O Enem é um dos mais importantes processos seletivos para estudantes que desejam ingressar no Ensino Superior. Com o intuito de atender a necessidade dos alunos, esclarecendo dúvidas e preparando os vestibulandos para a prova, o Colégio Indyu convidou a delegada Mônica de Oliveira Paiva para palestrar sobre os Direitos Humanos.

Professora organizadora, Fabiana Carneiro explica a importância de debater temas como esse no cenário atual. “Nos últimos anos tivemos a eclosão das redes sociais e com ela a perda de alguns conceitos importantes, como foi o caso dos Direitos Humanos. Então hoje, para o aluno, é um desafio separar o que é verdadeiro e o que são dados distorcidos”.

Atualmente, na 2ª Delegacia de Polícia de Montes Claros, Mônica é formada em Direito e mestre em Desenvolvimento Social. Pelo terceiro ano consecutivo, a delegada esteve com os alunos do Ensino Médio a fim de esclarecer as dúvidas sobre o assunto. “Vim trazer noções fundamentais sobre o que é Direitos Humanos, acredito que consegui despertar a curiosidade neles”. E explica, “o objetivo não é entregar tudo pronto, mas sim instigar neles o interesse em se aprofundar no tema e buscar o conhecimento, esse é o papel do estudante”, afirma.

Aluna do 3º ano, Ana Flávia Freitas aproveitou a oportunidade. “Estudo no Indyu desde o 6º ano, e sempre participo dessas palestras. Agora no último ano é ainda mais importante, esse é um tema muito recorrente no Enem e precisamos estar atentos, conhecendo cada detalhe e as mudanças que ocorreram ao longo do tempo, só assim teremos mais confiança e domínio”.

Dignidade humana em pauta

Mônica esclarece que esse é um tema muito amplo, e por isso escolheu alguns tópicos em alta. “Falar sobre Direitos Humanos é de extrema relevância, e o assunto não acaba. Conseguimos explanar sobre diferentes áreas: evolução dos direitos humanos, direito da mulher, comunidade LGBT, refugiados”. E completa, “a receptividade foi ótima, as perguntas deles bem válidas. Acredito que todos nós saímos enriquecidos”.

Fabiana reforça a necessidade de buscar fontes confiáveis para se manter informado. “Escolhemos a delegada porque a mesma tem propriedade para falar do assunto, lida com os conflitos humanos e vivência na prática tudo que é falado aqui. Isso encanta os alunos e dá certeza que as informações que recebem vão agregar nos seus conhecimentos”.

A palestra faz parte do Projeto de Redação desenvolvido há 6 anos no Colégio. Ao longo do ano haverá mais ações, como debates e minicursos.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *