Estudantes do curso técnico de Enfermagem Indyu participaram nesta segunda, 11 de junho, de palestras com testemunhos de pacientes oncológicas. O evento foi promovido pelo coordenador, José Aparecido Alves e os docentes da disciplina “Assistência de Oncologia na Enfermagem”, Yan Robert Santos Cambuí e Fernanda Canela.

No episódio, foram apresentados depoimentos de duas pacientes; a primeira, uma adolescente que já passou por tratamento de leucemia aguda, manutenção e hoje faz o controle da doença; a segunda, a irmã do professor Yan, Suziane Santos Cambuí, que ainda está em tratamento de um câncer raro na mama, que migrou para a coluna, fígado e dois pulmões.

Segundo José, o evento foi idealizado com o objetivo de mostrar a realidade deste tipo de paciente para os estudantes e incentivá-los a serem mais humanos na prática profissional. “Acrescentamos uma disciplina chamada Assistência de Oncologia na Enfermagem e a palestra foi idealizada diante desta situação crescente de pacientes oncológicos. Então, temos foco em preparar o aluno para, futuramente, saber tratar o paciente tanto na parte terapêutica como na parte de humanização”, destacou o coordenador.

Para Yan, que participou de todo o processo de tratamento da irmã, o momento seria uma oportunidade de favorecer o estudante tanto na parte profissional como no aspecto de humanização. “Pensamos em trazer pessoas que fizeram enfrentamento da doença e, como eu tenho um caso na minha família, pela aproximação e a facilidade de trazê-la aqui, sugeri para a instituição que promovêssemos um momento para os estudantes. Acredito que isto, vai favorecê-los tanto na parte profissional, no que diz respeito a manipulação de técnicas e instrumentos, como também no aspecto da humanização, no sentido de fazer o acolhimento do ser humano, pois o câncer traz uma fragilidade imensa, causa muito espanto e, na maioria das vezes, que confrontamos este tema com os alunos eles demonstram descrença porque acreditam que a medida que a doença se desenvolve, o paciente tem que morrer. Então por poucos acreditarem na cura e superação, decidimos realizar o evento, já que acredito que é possível que o paciente façaum tratamento de qualidade e tenha uma vida estabilizada”, frisou o docente.

Fernanda Canela, também professora da disciplina, destacou a importância da abordagem para a formação dos estudantes. “A decisão de trazer pacientes para abordar as experiências foi para mostrar para os alunos, a realidade da vivência do paciente oncológico, para agregar conhecimento à formação deles e, quando forem para a prática, terem uma noção de como é o tratamento do paciente. Então, trouxemos pacientes em momentos diferentes de fases de tratamentos para darem testemunho do que foi a descoberta até agora”, destacou.

Durante as palestras, Suziane ressaltou a importância de acreditar na cura e da relevância do profissionalismo dos técnicos em Enfermagem. “O meu objetivo, hoje, é mostrar para as pessoas que é possível superar o câncer, pois, temos uma expectativa muito ruim diante da doença. Então,espero que estes alunos, a partir de nossos depoimentos, sejam profissionais humanizados porque o paciente já é bastante debilitado e machucado, não só fisicamente, mas psicologicamente e, o profissional como um todo, tem capacidade de levantar este paciente, demonstrar o lado das coisas e incentivarmos a sermos fortes”, frisou Suziane.

No final do evento, os estudantes puderam tirar dúvidas sobre o tema. Segundo Denise Salgueiro Borges, “este evento é extremamente importante para que tenhamos mais conhecimento sobre o tema, além aprendermos a ser mais compreensivos, saber lidar com uma pessoa que tem uma doença, saber cuidar bem e ajudá-la de todas as formas possíveis, tendo ética profissional e cuidar com carinho e amor”, concluiu a estudante.

Enviar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *